Carreira
anterior Discografia avança

Pixinguinha - Paulo Moura e Os Batutas
Rob Digital - 1998

ficha - textos
01. 03:48 Ainda me recordo      
02. 02:27 Segura ele      
03. 02:49 Proezas de Solon      
04. 03:02 Cochichando      
05. 03:48 Ingênuo      
06. 03:56 Lamento      
07. 04:46 Carinhoso      
08. 05:21 Mistura e manda      
09. 03:26 Batuque na cozinha      
10. 02:35 Os oito batutas      
11. 03:31 Pelo telefone      
12. 04:08 Rosa      
13. 03:41 Naquele tempo      
14. 03:16 Vou vivendo      
15. 02:59 1 X 0      
16. 10:11 Urubu malandro      


Resultado de um espetáculo único realizado no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro, a gravação Pixinguinha de Paulo Moura e Os Batutas é uma recriação inspirada do repertório clássico do gênio do choro. Com a formação de um octeto, nos moldes do grupo Oito Batutas de Pixinguinha, Paulo Moura extasia plateia evocando toda a vitalidade e beleza do gênero, ao qual imprime assinatura própria. Para a missão, a banda está à altura: Joel do Nascimento no bandolim, Zé da Velha no trombone, Jorge Simas no violão de 7 cordas, Márcio Almeida no cavaquinho, Jorginho no pandeiro e Marçal e Jovi dividindo a percussão. Um disco belo e carinhoso. O disco ganhou, em 1998, o Prêmio Sharp na categoria Instrumental de Melhor Disco e Melhor Grupo e foi lançado no mercado internacional, pelo selo Blue Jackel, com o nome Pixinguinha. Em 2000, ganhou o I Grammy Latino como Melhor Álbum de Música de Raiz.